Set

2018

quinta, 13 julho 2017 10:25

Gabinete de Estudos: um ativo para marcar a agenda

A partir de setembro o Gabinete de Estudos da CSP vai começar a trabalhar num conjunto de temas e matérias que apoiarão a CSP na sua intervenção pública. O objetivo é desenvolver estudos e análises relevantes para a sociedade portuguesa e que sejam ainda um contributo da CSP para o debate.

Enquadramento do Gabinete de Estudos nos Estatutos da CSP:
 
“Artigo 19º”
Serviços Internos
 
1. A CSP terá ainda os seguintes serviços internos, os quais funcionarão na dependência da Direcção:
     a) (…)
     b) Gabinete de Estudos;
     c) (…)
     d) (…)
 
2. (…)
 
3. O Gabinete de Estudos será coordenado por um Vice-Presidente da CSP, designado em reunião de Direcção.
 
4. Entre outras personalidades que poderão ser propostas pelo seu Coordenador, o Gabinete de Estudos será composto por representantes dos Associados que assim o entendam e elaborará o seu próprio regulamento interno para submeter à aprovação da Direcção.


Perfil do Gabinete de Estudos:

  • Identificar conjunto de temas e matérias mais importantes para os Associados e para a CSP (definição da áreas de intervenção útil da CSP, definição de uma agenda nacional própria e identificação da agenda política Nacional e Europeia relevante para a CSP).

  • Apresentar estudos de fundo (próprios ou encomendados).

  • Estabelecer canais de comunicação com Universidades (professores e alunos).

  • Tratamento de dados estatísticos de interesse comum (internamente - dos Associados; externamente - nacionais, europeus e mundiais).

  • Elaborar posições de princípio.

  • Propor tomadas de posição e propostas legislativas.

  • Criar e alimentar um “Barómetro Economia e Empresas”.